FOTOS DO DIA II
FOTOS DO DIA II
 
REPORTAGENS II
FIGURAS LATINAS II
EDITORIAIS II
ELEIÇÕES LATINAS II
DOCUMENTOS LATINOSII
PESQUISAS LATINAS II
ECONOMIA LATINA II
IMPRENSA LATINA II
OPINIÃO ALHEIA II
ABDICAÇÃO II
CINISMOS LATINOS II
VERDADES LATINAS II
IDÉIAS II
DISPARATES II
FOTOS DO DIA II
COPA DA FIFA 2014 III
MUNDO AFORA II
imagen
imagen
imagen
imagen
Uma campanha e tanto!
Contra o VETERANO assédio feminino nas ruas de Madrid

imagen
Colectivos feministas de Madrid han organizado para este domingo 29 una serie de actividades para denunciar el acoso callejero a que se ven sometidas las mujeres en la vía pública, ya sea por medio de piropos, insultos, intentos de tocamientos y otras garruladas del mismo jaez. Para promocionar la campaña, que han titulado #nomellamonena, han invitado a colgar autorretratos con mensajes contra estas prácticas machistas.
imagen
EL VENTANO
imagen
imagen
imagen
Sérgio Silva
DENÚNCIA CONTRA A VIOLÊNCIA DA POLÍCIA
Fotógrafo, caolho em protesto, exibe exposição temática
Exatamente um ano após ter sido vítima de um tiro de bala de borracha disparado pela Polícia Militar (PM) de São Paulo, durante uma manifestação, o fotógrafo Sérgio Silva, 31, lança a exposição "Piratas Urbanos". O profissional traz algumas das imagens que produziu desde que perdeu a visão do olho esquerdo.
O ensaio é composto por retratos de amigos, personalidades e pessoas desconhecidas que se solidarizam com sua história. Em todas as imagens, os fotografados aparecem com um tapa-olho para protestar a violência vivida por Silva. Entre eles, estão o fotógrafo Sebastião Salgado, o senador Eduardo Suplicy e o músico André Abujamra.

Exposição "Piratas Urbanos" chama a atenção para a violência durante as manifestações
Segundo o fotógrafo, a ideia do projeto surgiu em meio à repressão nas manifestações de junho, e que ainda permanece no país. “Percebi que deveria fazer algo a mais. Através da fotografia, eu encontrei a possibilidade de começar a usar o que ocorreu comigo e transformar em uma série de retratos”.
imagen
O objetivo, segundo ele, é mostrar o aumento da violência contra os profissionais de imprensa, sua superação para retornar ao trabalho e a solidariedade das pessoas. “O trabalho só foi possível ser feito por que a grande maioria, 90% das pessoas que estão participando, me procuraram para fazer a foto”, diz.
A exposição foi inaugurada às 19h30 desta sexta-feira (13/6), na sede da ONG Coletivo Digital, rua Cônego Eugênio Leite 1.117, em Pinheiros (zona oeste de SP), e vai até o dia 28 de junho. A ideia é que o projeto se estenda para outros locais da cidade.
Texto de Alana Rodrigues publicado na revista IMPRENSA, de São Paulo
imagen